BLOG
NANOTECNOLOGIA COM EXPANSãO NOUTRAS GALáXIAS

Conquistar outros mundos sempre foi, até esta semana, uma missão para qualquer romancista literário ou guionista de cinema. Isto é: sempre se tratou de algo impensável de se materializar no mundo real. Contudo, e graças à participação do célebre cientista Stephen Hawking e à contribuição monetária do magnata russo Yuri Milner, a expansão do ser humano para fora do sistema solar, com vista a corroborar a existência de vida noutros planetas, com condições similares às da Terra, está cada vez mais perto. Trata-se de um projeto destinado a construir naves espaciais, capazes de viajar biliões de quilómetros, feito que excede os resultados obtidos até agora, pelos típicos artefactos espaciais. ...

25
ABR
PALAS DE OLHOS FAMOSOS

As palas para os olhos. Nenhum outro utensílio médico consegue combinar tanta classe, glamour e mistério de uma só vez e de forma tão chamativa. O gesso não o faz e nem mesmo as muletas provocam sentimentos estilísticos similares. Igualmente, e apesar das tentativas de Morrissey nos inícios da sua carreira, os auscultadores nunca conseguiram atingir o resultado desejado. Por isso, e para homenagear o programa A Maldição do Republic e o seu apresentador Martin Bayerle, lembramos os personagens mais famosos que utilizam este peculiar complemento. Alastor Muddy Interpretado pelo ator Brendan Gleeson no filme Harry Potter. Alastor “Crazy Eye” Moody era um mago de Sangue Puro e líder da Ordem de Fénix, que durante um tempo decidiu trabalhar como professor de Defesa Contra as Artes Obscuras no Colégio de Hogwarts de Magia e de Feitiçaria. Tal favor deveu-se à grande amizade que o unia a Albus Dumbledore, para rapidamente voltar ao seu calmo retiro. James Joyce Este grande colosso e escritor da literatura nunca perdeu o seu olho. Ainda assim, decidiu utilizar a pala, com o intuito de ajudar a sua rápida perda de visão. Não obstante, utilizar este método serviu-lhe de lição, para aprender como era viver com uma visão reduzida, já que tapá-lo não fazia com que a cegueira fosse acalmando. Um capítulo da sua grande obra, Ulisses, foi chamado de “O Ciclope”, em referência à sua deficiência voluntária. Elle Driver Interpretado pela atriz Daryl Hannah em Kill Bill, de Quentin Tarantino. Elle, tal como Bill e Beatrix, fez parte do selecto grupo de alunos de Pai Mei. Depois do término do treino de Beatrix, Bill enviou Elle com Pai Mei, para que esta se convertesse num novo membro do Esquadrão Assassino Víbora Letal. Ela foi mal-educada e imprudente com o professor Pai, chamando-lhe de “velho bobo miserável”. Pai Mai arrancou-lhe o olho direito por ele e ela, vingando-se dele, matou-o, introduzindo veneno no seu prato favorito. Ray Sawyer (Dr. Hook) Chapéu de cowboy, voz áspera e pala no olho: o membro do grupo Dr. Hook foi um verdadeiro ícone da década dos anos 70 e parte dos anos 80. Sawyer ajudou a banda de rock a alcançar grandes êxitos como ‘Sylvia's mother’, ‘When you´re in love with a beautiful woman’ e ‘The cover of Rolling Stone’, enquanto, em todos os momentos, usava a sua singular pala do olho. Seamus Necessitávamos, ao menos, de introduzir algum nome náutico nesta lista e não existe ninguém tão picante e tenaz como o velho Seamus, de Family Guy. Este personagem não só utiliza a característica pala no olho, mas também tinha quatro membros do seu corpo amputador e uma peculiar dentadura. A razão por que lhe faltam partes do corpo é porque, inicialmente, era uma marioneta, mas o seu criador, James Woods, não desejou, com vontade suficiente, a sua chegada à vida e apenas adquiriu essa capacidade na cabeça. Nikc Fury Originalmente, o sargento Nick Furia fez a sua estreia no universo Marvel como protagonista de uma aventura baseada na Segunda Guerra Mundial, na qual liderava uma unidade de elite no conflito internacional, onde perdeu o seu olho. Contudo, a sua história individual não passou da década de 60. Atualmente, goza as virtudes de ser chefe dos S.H.I.E.L.D. e é o intermediário máximo entre o governo dos Estados Unidos e o grupo de super-heróis dos Vingadores. Slick Rick Este legendário MC é considerado como um dos nomes mais influentes da cultura hip-hop e o rapper britânico-americano com mais êxitos na história deste tipo de música.  Rick danificou o seu olho num acidente que teve durante a sua infância. A sua eleição por palas extravagantes converteu-se num elemento único, na sua marca pessoal. Teve palas de todas as cores e feitios: com incrustações de diamantes, com excêntricas fusões de cor e, incluindo, cadeias no lugar da correia elástica. Desenhando palas, tal como na sua música, Slick Rick foi um verdadeiro inovador e mito.

30
ABR
10 COISAS QUE NãO SABIAS SOBRE O TITANIC

Às 23h40 da noite de 14 de abril de 1912, o RMS Titanic chocou contra um gigantesco icebergue, que o levaria a afundar-se. Com ele, 1503 foram perdidas, apenas três horas após o acidente. Como grande marco das comunicações marítimas que foi, propomos-te 10 factos interessantíssimos sobre o legendário transatlântico que, seguramente, ainda não sabias. 1. Simulacro cancelado Foi uma coincidência desagradável, mas no mesmo dia em que o RMS Titanic chocou contra o icebergue, foi planificado um exercício com botes salva-vidas. O simulacro viria a ser cancelado devido a razões desconhecidas. Não obstante, muitos acreditam que mais vidas poderiam ter sido salvas, caso esta manobra tivesse sido realizada. 2. Os botes a meio gás Além de não dispor de suficientes botes salva-vidas a bordo para transportar os 2200 passageiros, muitos deles foram lançados meio vazios. De facto, o primeiro bote salva-vidas a sair do navio levou apenas 28 pessoas, apesar de possuir uma capacidade para 65. 3. Cães sobreviventes Dos 12 cães que o Titanic levava a bordo, apenas três sobreviveram: um pequinês e dois exemplares de pomeranian. 4. Advertências sobre icebergues O Titanic recebeu seis advertências oficiais sobre icebergues potencialmente perigosos que poderia encontrar no seu trajeto.   5. Ilusão óptica? Alguns especialistas acreditam que uma ilusão óptica, mais precisamente um reflexo de luz, poderá ser a causa da tripulação não se ter apercebido do icebergue até ao último momento. 6. Sem binóculos Os vigilantes do Titanic perderam a chave para abrir a caixa dos binóculos. Daí que a prevenção da tripulação para possíveis perigos durante a viagem – tais como icebergues – foi totalmente inútil.   7. A entrada mais cara O bilhete mais caro vendido para o Titanic tratou-se de uma entrada de primeira classe, que custou 4.350 dólares (algo equivalente a 69.600 dólares nos dias que correm). 8. Valentes músicos Como pudemos apreciar no filme ‘Titanic’, de 1997, a orquestra do barco tocou sem parar até ao afundamento. Os músicos, que estavam na coberta, atuaram durante duas horas e cinco minutos, sem que nenhum deles sobrevivesse. 9. Salvo por uma bebedeira Charles Joughin, o chefe dos padeiros do Titanic, sobreviveu à catástrofe apesar de ter passado cerca de duas horas nas águas geladas. Quando foi resgatado, Joughin afirmou que conseguiu aguentar tanto tempo devido ao facto de estar completamente embriagado de whisky. 10. Cadáveres recuperados Das 1.503 que faleceram no acidente, foram recuperados 340 corpos e, deles, apenas 119 puderam ser identificados Se desconhecias e se te interessam estes dados históricos, não podes perder a estreia de ‘A Maldição do Republic’, já no próprio dia 5 de junho, às 22h55. Neste documentário, iremos aprofundar o mistério do afundamento do RMS Republic, também da mesma companhia, a Star Liner, que iniciou a viagem três anos antes do seu barco irmão e, alegadamente, com um tesouro a bordo.

27
MAI