dateicon
23 de abril 1564
Nasce William Shakespeare

O grande dramaturgo e poeta inglês, mestre dos mestres, William Shakespeare nasceu em Stratford-upon-Avon no dia 23 de Abril de 1564.

O grande dramaturgo e poeta inglês, mestre dos mestres, William Shakespeare nasceu em Stratford-upon-Avon no dia 23 de Abril de 1564, três dias antes do seu baptizado, de acordo com o registo da igreja local.

É virtualmente impossível saber com certeza em que dia nasceu o escritor, assim como é quase impossível certificar que foi o Shakespeare de Strattford o mestre literário de todos os tempos. Não obstante, o que é verdade é que nenhuma produção literária foi tão representada ao longo dos séculos como as 38 obras que lhe são atribuídas.

As suas obras, como Hamlet, Romeu e Julieta e O Rei Lear, são mundialmente conhecidas, e apesar das inúmeras adaptações modernas que se têm feito delas, continuam a demonstrar a sua relevância na cultura, 400 anos depois da sua publicação. Shakespeare morreu em Strattford no dia 23 de Abril de 1616, três anos depois da sua retirada do teatro londrino.


dateicon
23 de abril de 2003
Vírus SARS

Todas as escolas de Pequim encerradas

No dia 23 de abril de 2003, todas as escolas de Pequim viram-se obrigados a fechar as portas por causa do vírus SARS que se estava a espalhar de forma muito rápida pelo continente asiático.

O vírus em causa provocava graves problemas respiratórios. Os sintomas iniciais eram dor muscular, dor de cabeça, febre e, passados sete dias, insuficiência respiratória, tosse e pneumonia.

Nove por cento dos infetados com este vírus acabaram por falecer, um dado que coincidia com doentes com mais de 50 anos de idade.

Finalmente, e graças à colaboração de laboratórios de Nova Iorque, São Francisco, Manila, Hong Kong e Toronto, foi possível travar atempadamente esta pandemia.


dateicon
23 de abril de 1563
Iniciam-se as obras do Mosteiro de El Escorial

Promovidas por Felipe II

A 23 de abril de 1563 foi colocada a primeira pedra do Mosteiro de El Escorial, com vista a comemorar a vitória da batalha de San Quintín.

Felipe II e o seu arquiteto Juan Bautista de Toledo idealizaram o magistral monumento que contou, posteriormente, com a intervenção de Juan de Herrera, Juan de Mijares, Giovanni Battista Castello El Bergamasco e Francisco de Mora. O Rei concebeu-o como um grande complexo multifuncional, monacal e palaciano que, segundo o paradigma do plano universal, deu origem ao estilo Herreriano.

O edifício surge também pela necessidade de criar um mosteiro por causa do testamento de Carlos V de 1558 que pretendia assegurar o culto em torno de um panteão familiar.