Conheça dois planetas habitáveis para além da terra

16 de Março de 2020

Um exoplaneta (ou planeta extrassolar) a cada 3 dias. Esta é a média de planetas descobertos fora da “casa” espacial, o sistema solar. Em 1995, os cientistas Michel Mayor e Didier Queloz descobriram o que foi o primeiro. Até hoje, foram registados um total de 3.500, portanto a descoberta de mais um ou dois não é surpresa. O mais surpreendente é que um destes exoplanetas atende a uma ou mais características e condições adequadas para poder abrigar a vida, entre as quais água, atmosfera, temperatura e oxigénio.

Um grupo de investigadores do consórcio internacional CARMENES, que integra o Centro de Astrobiologia CSIC-INTA (CAB), descobriu recentemente dois exoplanetas que orbitavam na estrela anã vermelha Teegarden a uma distância elevada, o que convenceu estes especialistas de que seria possível albergar água. Com recurso do telescópio do Observatório astronómico de Calar Alto, em Almeria (Espanha), os cientistas observaram que estes dois planetas terrestres, chamados Teegarden B e C, têm massa superior à da Terra em 1,25 e 1,33, respectivamente. São, portanto, de tamanho muito semelhante.

Simulación realizada por la universidad de Göttingen

“Observamos esta estrela com o instrumento CARMENES desde o início da campanha de observação há três anos, para medir o seu movimento com grande precisão”, explica o Mathias Zechmeister, pesquisador de pós-doutoramento da Universidade de Göttingen (Alemanha) e principal autor do estudo, publicado este ano na revista Astronomy & Astrophysics.

A estrela Teegarden é 7 vezes menor que o Sol e está localizada a “apenas 12,5 anos-luz”, conforme declarado no comunicado de imprensa da CAB. Emite energia com uma intensidade notavelmente mais baixa que a do Sol, já que a sua temperatura é de cerca de 2600º C, sendo que o astro-rei tem 5500º C. Os dois planetas recém-descobertos, Tegaarden B e Tegaarden C, representam 2,5% e 4,9% da distância entre a Terra e o Sol, mostrando assim que completam as respectivas órbitas em 4,9 e 11,4 dias.

Após a descoberta do Próximo B, localizado a 4,24 anos-luz da Terra, os Teegarden B e C são os exoplanetas potencialmente habitáveis ​​mais próximos. Será que um destes será um bom candidato para ser o nosso próximo lar? Será que algum dia deixaremos de ser terrestres para sermos “próximos” ou “teegardianos”?

Contenido relacionado