O Legado Arquitetónico de AL-ANDALUS | MAPA

29 de Abril de 2021

Al-Andalus foi, durante séculos, a luz da civilização. Uma terra de troca de conhecimento e de saber que deixou por trás um mapa emocionante. Uma mistura de culturas que, durante 8 séculos, contribuiu para definir o nosso mundo como o conhecemos hoje. O seu legado arquitetónico em Espanha é vasto e inestimável. Locais como Medina Azahara ou Alhambra em Granada, fazem parte do Património Mundial da Humanidade e estão a um passo de todos.

Se deseja visitar as duas virtualmente e tem um guia para visitar os monumentos mais importantes que o muçulmanos nos deixaram, pode consultar o mapa abaixo ou abri-lo neste link.

 

Abaixo, encontra-se uma lista com pontos de referência no mapa:

 

TORRE DE OURO – SEVILHA

O seu nome “Torre del Oro” deve-se aos reflexos dourados produzidos pelos azulejos que a revestiram na sua época.

 

REAL ALCAZAR DE SEVILHA

Passear pelos seus extensos caminhos de laranjeiras e murtas, transporta-nos para outro momento, para outra época, que sem dúvida marcou a trajetória da cidade.

 

LA GIRALDA – SEVILHA

Entre as duas estruturas, encontram-se as rampas de subida que, no caso desta torre de grande porte, permitiam o acesso a cavalo.

 

ALCAZABA – MÁLAGA

A sua principal característica são as três paredes concêntricas que o circundam, conferindo-lhe um caráter militar de máxima segurança entre outras construções semelhantes na Espanha muçulmana.

 

BANHOS ÁRABES DO SÍTIO ARQUEOLÓGICO DE RONDA – MÁLAGA

A cronologia dos Banhos está estruturada em três áreas fundamentais, seguindo o modelo romano: as casas de banho frias, temperadas e quentes, assim como a sala da caldeira e a receção.

 

CASTELO DE BANHOS DA ENCINA – JAÉN

Já na Idade do Cobre (pré-história), aparecem os primeiros vestígios da ocupação do sítio do Castelo de Banhos.

 

FORTALEZA DE LA MOTA – JAÉN

Ao cruzar os portões, descobrirá os elementos de uma cidade fortificada: muralhas, torres, passarelas, caves, etc.

 

ALCAZABA DE GUADIX – GRANADA

Das torres avista-se uma vista panorâmica imponente, com a planície de um lado e a Serra Nevada do outro.

 

ALHAMBRA DE GRANADA

No século XIII, com a chegada do primeiro monarca nasrida, Mohamed ben Al-Hamar, a residência real foi estabelecida em Alhambra. Este facto marcou o início de seu apogeu.

 

O BAÑUELO – GRANADA

O Hammam al-Yawza ou Banho da Nogueira é conhecido desde finais do século XIX com o diminutivo de Bañuelo, por ser mais pequeno que os banhos reais da Alhambra.

 

COMPLEXO MONUMENTAL DA ALCAZABA DE ALMERÍA

Foi residência real e hoje o palácio Al-Mutasin com todas as suas divisões, a sua mesquita, convertida em igreja desde finais do século XV, e as suas termas ainda existem.

 

MEDINA AZAHARA – MADINAT AL-ZAHRA CONJUNTO ARQUEOLÓGICO – CÓRDOBA

Madinat al-Zahra é considerada um dos picos da arte islâmica, tanto pela sua estrutura e traçado urbano como pela diversidade dos seus materiais, etc.

 

MESQUITA-CATEDRAL DE CÓRDOBA

Este monumento, Património da Humanidade, oferece-nos uma viagem excecional pela História da Arte e da Arquitetura

 

ALCAZABA DE MÉRIDA

Todo o perímetro desta extensa cidadela era rodeado por um grande fosso, com exceção do lado virado para o Guadiana.

 

ALCAZABA DE BADAJOZ

Acredita-se que a Alcazaba foi tão importante nas suas origens que quase poderia tornar-se uma porta de entrada e comunicação entre Al-Andalus e as cidades cristãs do resto de Espanha.

 

ALMUDÍN – VALENCIA

O Almudín foi construído na fortaleza muçulmana no início do século XIV, como local de armazenamento e venda de trigo.

 

RÁBITA CALIFAL DE LAS DUNAS DE GUARDAMAR – ALICANTE

Nas dunas próximas à foz do Segura, foi exumado um grupo religioso, um grupo excecional no mundo islâmico peninsular.

 

PAREDE ÁRABE DE MADRID

“Fui construído sobre a água, as minhas paredes são de fogo”. É assim que se lê o lema de Madrid, que se refere à abundância de água na cidade e à robustez da sua muralha árabe, aludindo às faíscas que saltaram nas paredes devido ao impacto das flechas nos ataques noturnos.

 

MESQUITA DO CRISTO DA LUZ DE TOLEDO

Não está excluído que esta mesquita foi usada como um local de ensino. Os estudiosos também não descartam o caráter funerário para o edifício e o seu uso como mausoléu.

 

PALACIO DE LA ALJAFERÍA DE ZARAGOZA

É o palácio islâmico mais setentrional da Europa, além de ser o mais luxuoso e mais bem preservado do período Taifa.

 

FORTALEZA CALIFAL DE GORMAZ DE SORIA

Uma porta em cotovelo na fortaleza, dificulta a passagem para a fortaleza em caso de ataque, e um portão próximo garante uma rota de fuga se for necessário fugir rapidamente.

Contenido relacionado