Os cinco lugares proibidos do planeta

29 de Maio de 2020

A vastidão do planeta significa que ainda existem lugares remotos onde nunca ninguém entrou, ou talvez nunca tenham sido conhecidos. Além disso, existem outros que se conhecem, mas são estritamente proibidos de aceder. Quer saber porquê?

1) Bohemian Groove: Este lugar escondido e secreto é conhecido por estar localizado na Califórnia. Mais de 10 km², onde apenas as pessoas mais influentes do Mundo que integram o Bohemian Clue podem aceder. Tudo gira em torno deste clube secreto, cuja lista de associados não se conhece. Somente os próprios associados se conhecem, entre os quais jornalistas, músicos, empresários e jornalistas que se reúnem durante duas semanas por ano num acampamento. Qual será o assunto em discussão nestas reuniões? Qual a razão para tanto sigilo?

2) Ilha das Cobras: a 100 km de São Paulo, esta é uma ilha de 430.000 m², onde vivem mais de 5.000 cobras. Caso esteja interessado em conhecer a Ilha das Cobras ou Queimada Grande, saiba que a entrada é proibida. Um dos convidados desta ilha idílica é a Víbora de Lança Dourada, que tem um veneno letal de 93% que pode acabar com a vida de uma pessoa em 45 minutos. Além disso, quando os mamíferos começaram a ser escassos na ilha, as cobras tiveram que evoluir e adaptar-se aos animais que se podiam alimentar. Atualmente, apenas aves migratórias conseguem aceder à ilha, sem se aperceberem que as cobras aprenderam a subir às árvores mais altas. Além disso, o veneno destas também sofreu uma mutação, de maneira que apenas uma mordida pode paralisar completamente uma vítima.

3) Valbard Global Seed: Há mais de 10 anos, e diante da ameaça cada vez mais iminente de um desastre natural derivado das mudanças climáticas, a Câmara de Sementes do Fim do Mundo foi instalada na Noruega. A 130 metros acima do nível do mar, para o caso de os polos derreterem e o nível dos oceanos aumentar, está o Banco Mundial de Sementes. No interior, estão mais de 900.000 tipos diferentes de amostras de sementes que são capazes de regenerar a biodiversidade das culturas em caso de catástrofe global. Este banco de propriedade da Noruega é impermeável à atividade vulcânica, radiação, inundação do mar e terramotos. Além disso, a localização em que se encontra funciona, caso haja uma falha de geradores, como uma camada permanente de gelo ao seu redor, sendo um refrigerante natural.

4) Sala 39 da Coreia do Norte: Embora tudo o que se saiba sobre a Coreia do Norte seja propaganda ou o que dizem as poucas que de lá fugiram, a verdade é que se sabe também que existe a Sala 39. Trata-se de uma organização cujo objetivo é obter dinheiro do estrangeiro para manter as finanças do líder norte-coreano. Tudo o que gira em torno deste é secreto, mas diz-se que investem mais de 5.000 milhões de dólares em negócios ilegais, como notas falsas ou até fabricação de metanfetamina.

5) A Câmara Mórmon: Esta organização cristã restauracionista foi fundada nos Estados Unidos da América, em 1830. As grandes quantias económicas dadas pelos fiéis permitiram a construção da câmara de uma montanha de granito na cordilheira de Salt Lake City. Neste espaço, estão armazenados todos os tipos de informações sobre a religião e o modo de vida ali vivido, estando ali também o maior registo genealógico do mundo. Não foram somente estudados apenas os 15 milhões de membros, mas existem rumores de que ali residem informações sobre grande parte da população mundial. Ao permitir a poligamia, a Igreja Mórmon viu a necessidade de desenhar clara e oficialmente as linhas dos diferentes clãs. Assim, em 1894 os líderes da igreja criaram a Sociedade Genealógica de Utah. São responsáveis por descobrir, acumular, reconstruir e datar as linhas familiares dos membros, estando estas guardadas dentro de uma montanha de granito, com portas de 14 toneladas e interiores revestidos com cimento e aço.

Contenido relacionado