Os dias em falta no calendário

3 de Dezembro de 2019

14 de outubro de 1582. Se procurar informações sobre este dia na Internet não encontrará, nem em bibliotecas nem em hemerotecas (arquivos de jornais) de nenhum país que utilize o calendário Gregoriano. Isto porque este dia não existe. Os dias de 05 a 14 de outubro de 1582 nunca existiram oficialmente. Porquê?

Antes de 4 de outubro de 1582, o calendário usado em território católico era implementado por Júlio César em 46 a.C. O objetivo dos militares era fazer com que as estações do ano coincidissem sempre nos mesmos meses, mas houve um erro. Segundo os dados de Júlio César, um ano solar era concluído em 365,25 dias, embora na realidade seja em 365,242189. A diferença, embora possa parecer irrelevante, significa que durante 1628 anos em que o calendário Juliano esteve em vigor, o ano solar estava desatualizado em relação ao “ano Juliano” com uma diferença de aproximadamente 10 dias.

 

O papa Gregório XIII, com o apoio de dois relatórios que a Universidade de Salamanca tinha preparado e enviado à Santa Sé a esse respeito, originou um novo calendário que incluiu esta diferença através da publicação da Bula Inter Gravissimas.

 

O desfasamento produzido pelo calendário de Júlio Cesar fez com que celebrações como a Páscoa, que é celebrada no primeiro Domingo após a primeira lua cheia da Primavera (no calendário atual), fossem celebradas todos os anos um pouco mais tarde. De tal maneira que, se não se fizesse um ajuste, esta seria celebrada durante o Verão no Hemisfério Norte. A decisão foi drástica: eliminar os dias que “sobram”. Então, o dia seguinte a 04 de outubro não foi dia 05, mas sim dia 15.

 

Os primeiros territórios que adotaram a correção foram Itália, Espanha e Portugal. Outros países fizeram-no mais tarde, como Inglaterra em 1752. Hoje em dia, o calendário Gregoriano é usado na maior parte do mundo, embora em países não católicos ainda seja chamado Juliano como forma de não reconhecimento do Papa na sua implementação.

 

Afinal de contas, a partir de agora, se encontrar alguma informação sobre um evento que aconteceu, por exemplo, a 10 de outubro de 1582, pode ter a certeza de que a informação está errada.

Contenido relacionado