Desativação da central nuclear de Chernobil

12 de Dezembro de 2000

No dia 12 de dezembro de 2000 foi desativada a Central Nuclear de Chernobil, localizada na cidade com o mesmo nome, na Ucrânia. A central ficou para a História por causa do grave acidente nuclear ocorrido no dia 26 de abril de 1986. Uma explosão e um incêndio lançaram uma enorme quantidade de partículas radioativas para a atmosfera, que se espalharam por grande parte da então União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) e da Europa de Leste. No acidente, morreram 31 pessoas, mas ainda não foi possível estabelecer o verdadeiro número de vítimas, tendo em conta as reais consequências do acidente, nomeadamente, com o aparecimento de cancros e de malformações congénitas causadas pela radiação. Entre a data do acidente até ao dia 5 de maio, cerca de 130 mil pessoas foram evacuadas da região em torno da central.

A central de Chernobil começou a ser construída na década de 70 e o primeiro reator foi inaugurado em 1977. Mais dois reatores entraram em funcionamento em 1981 e 1983, respetivamente.

Contenido relacionado