Entrada em combate da FEB em Itália, durante a Segunda Guerra Mundial

15 de Setembro de 1944

A 15 de setembro de 1944, a Força Expedicionária Brasileira (FEB) entrou em combate em Itália durante a Segunda Guerra Mundial. Na sua primeira missão em solo europeu, os soldados brasileiros atuaram em conjunto com os regimentos norte-americanos, formando a Task Force 45. Ajudaram a libertar o vale do rio Serchio da ocupação nazi. No mesmo mês, os brasileiros arrecadaram diversas vitórias, com a tomada de Massarosa, Camaiore e Monte Prano. A partir de novembro daquele ano, já atuando como uma divisão completa, a FEB recebeu como missão expulsar as tropas alemãs que ocupavam o norte dos Montes Apeninos. Iniciava-se assim a segunda e mais longa etapa da FEB na Itália, quando foi incumbida de tomar o complexo formado por Monte Castello, Belvedere e outras posições montanhosas nos seus arredores. Entre o fim de fevereiro e meados de março de 1945, aconteceu a Operação Encore, um avanço em conjunto com a recém-chegada 10ª divisão de montanha norte-americana. Assim, os brasileiros tomaram Monte Castello e Castelnuovo, enquanto os americanos conquistaram Belvedere e Della Torraccia. A FEB permaneceu ininterruptamente 239 dias em combate. A divisão brasileira lutou contra nove divisões alemãs e três italianas. Morreram 450 soldados rasos, 13 oficiais e 8 pilotos brasileiros durante a guerra. Além disso, houve aproximadamente 12 mil feridos nos combates em solo europeu. Os soldados brasileiros atuaram em conjunto com regimentos norte-americanos, formando a Task Force 45 e, assim, ajudaram a libertar o Vale do rio Serchio da ocupação nazi.

Contenido relacionado