Foi demolido o Checkpoint Charlie no Muro de Berlim

22 de Junho de 1990

O Checkpoint Charlie foi o mais famoso dos postos fronteiriços do Muro de Berlim entre 1945 e 1990. A sua utilização só era permitida aos empregados militares e das embaixadas dos Aliados, estrangeiros, trabalhadores da delegação permanente da República Federal Alemã (RFA) e funcionários públicos da República Democrática Alemã (RDA). O posto de controlo foi demolido a 22 de junho de 1990, de maneira que, à exceção do Museu do Muro, nada ficou do Checkpoint Charlie para o recordar… pelo menos, até 13 de agosto de 2000, quando foi inaugurada uma réplica da primeira cabine de controlo, idêntica à primeira, com a exceção dos sacos de areia, que estavam agora cheios de cimento. Atualmente, a estrutura é uma das atrações turísticas mais famosas em Berlim. Além do posto, também se pode visitar o museu dedicado à História do muro, a última bandeira do Kremlin e vários fragmentos da separação alemã. Entre 31 de outubro de 2004 e 5 de julho de 2005 também teve um polémico monumento às vítimas do regime da RDA.

Contenido relacionado