Hubble descobriu a existência de outras galáxias

30 de Dezembro de 1923

A 30 de dezembro de 1923, o astrónomo Edwin Hubble descobriu as estrelas individuais que constituem a nebulosa da região externa da galáxia de Andrómeda. Graças à relação luminosidade-distância que caracteriza estes corpos celestes, Hubble foi capaz de demonstrar que a Andrómeda se situa fora da Via Láctea e que é um sistema estrelar totalmente semelhante ao nosso. Dessa forma, Hubble introduziu um sistema de classificação das galáxias, de acordo com a sua estrutura.

Em 1929 comparou as distâncias que tinha calculado para as diferentes galáxias com os deslocamentos até ao vermelho, fixados por Slipher para as mesmas galáxias. Assim, Hubble descobriu que, quanto mais longe estava a galáxia, mais alta era a sua velocidade de recessão. Essa relação é conhecida como lei dos deslocamentos até ao vermelho ou Lei de Hubble, a qual determina que a velocidade de uma galáxia seja proporcional à sua distância.

Contenido relacionado