Inauguração do metropolitano de Nova Iorque

27 de Outubro de 1904

Às 14h35 do dia 27 de outubro de 1904, o então Mayor George McClellan inaugurou o metropolitano de Nova Iorque, nos Estados Unidos. Londres possuía o mais antigo sistema deste tipo no mundo (inaugurado em 1863) e Boston tinha construído o primeiro metropolitano nos Estados Unidos, em 1897, mas o metropolitano de Nova Iorque apresentava a maior rede subterrânea de transporte dos EUA. A primeira linha, operada pela Interborough Rapid Transit Company (IRT), circulava a 14,6 km/h, passando por 28 estações. A linha partia de City Hall e seguia até ao Grande Terminal Ferroviário Central. De lá, dirigia-se para oeste, ao longo da 42nd Street, rumo a Times Square. Depois, a linha desviava-se para norte, desembocando na Broadway e em Harlem. Às 19h do mesmo dia, o metropolitano foi aberto ao público em geral e mais de 100 mil pessoas pagaram para dar o primeiro passeio no novo sistema de transporte da cidade.

Depois, a IRT expandiu o seu serviço até ao Bronx (1905), Brooklyn (1908) e Queens (1915). A partir de 1968, o metropolitano passou a ser controlado pela Autoridade Metropolitana de Transportes (MTA). O sistema possui 26 linhas e 468 estações em funcionamento. A linha mais longa, a 8th Avenue “A” do Expresso, estende-se por mais de 51 quilómetros. Diariamente, cerca de 4,5 milhões de passageiros usam o metropolitano em Nova Iorque, que funciona 24 horas por dia, sete dias por semana. Atualmente, o metropolitano já se tornou uma “instituição” para uma mega metrópole como esta, onde não seria possível viver sem este meio de transporte.

Contenido relacionado