Início da Guerra Irão-Iraque, que vitimou um milhão e meio de pessoas

22 de Setembro de 1980

A 22 de setembro de 1980, as tropas do Iraque, sob o comando do então presidente Saddam Hussein, invadiram a zona ocidental do Irão, dando início ao que ficaria conhecido como “a Guerra Irão-Iraque”. Tratou-se de um conflito militar entre os dois países, entre 1980 e 1988, por conta de disputas políticas e territoriais. Na época, o Presidente dos Estados Unidos era Ronald Reagan e, tal como a Arábia Saudita, era um dos países que apoiavam o Iraque. Já o Irão tinha a Síria e a Líbia ao seu lado.

A União Soviética vendia armas ao Iraque, mas passou a vender mais equipamento militar ao Irão, à medida que aumentava o apoio norte-americano ao Iraque. Em meados da década de 1980, o Iraque foi acusado de ter utilizado armas químicas contra as tropas iranianas, embora tenha acusado o Irão de fazer o mesmo. O Armistício veio em julho de 1988, tendo a paz sido restabelecida a 15 de agosto. Em 1990, o Iraque aceitou o acordo de Argel de 1975, que estabelecia a fronteira com o Irão. Não houve ganhos e, aproximadamente, 1,5 milhão de pessoas morreram.

Contenido relacionado