Morreu o pai da aviação Santos Dumont

23 de Julho de 1932

No dia 23 de julho de 1932 morreu, no Guarujá (SP), Alberto Santos Dumont conhecido como o “pai da aviação”. Entre os seus feitos conta-se o de ter sido o primeiro homem a descolar a bordo de um avião, impulsionado por um motor. Contudo, o feito de Dumont não prima pela unanimidade, visto que alguns defendem que os irmãos Wright, dos EUA, teriam sido os primeiros a realizar essa proeza a 17 de dezembro de 1903. No entanto, Santos Dumont foi o primeiro a voar um circuito preestabelecido sob a supervisão oficial de especialistas, jornalistas e cidadãos de Paris. No dia 23 de outubro de 1906, Dumont voou com o seu 14-Bis cerca de 60 metros, a uma altura de dois a três metros acima do solo, no campo de Bagatelle em Paris. Decorrido menos de um mês, repetiu o feito diante de uma multidão de testemunhas, percorrendo 220 metros a uma altura de seis metros. O voo do 14-Bis foi o primeiro de um aparelho mais pesado do que o ar, que voou com força própria e que recebeu a certificação do Aeroclube da França. Santos Dumont acabou por se suicidar aos 59 anos. Não deixou qualquer bilhete, mas suspeita-se que tenha ficado dececionado ao ver aviões em combate durante a Revolução Constitucionalista de ’32. Os aviões bombardearam o Campo de Marte, em São Paulo, e sobrevoaram, provavelmente, o Guarujá. O inventor nasceu no dia 20 de julho de 1873, em Palmira (MG), e nunca teve filhos.

Contenido relacionado