Nasceu Leônidas da Silva, o “pai” da bicicleta no futebol

6 de Setembro de 1913

A 6 de setembro de 1913 nascia, no Rio de Janeiro, Leónidas da Silva, conhecido como Diamante Negro, e considerado um dos jogadores mais importantes até a primeira metade do século XX. Leónidas autoproclamava-se na época como o inventor do golo de bicicleta, tendo ficado conhecido como o “pai” de tal jogada. Na sua carreira como jogador defendeu, entre outras equipas, a de Vasco, Flamengo, Botafogo e São Paulo, onde foi pentacampeão.
Também jogou pelo Peñarol do Uruguai, em 1933, ajudando a equipa a conquistar o vice-campeonato. Pela seleção brasileira, foi convocado pela primeira vez em 1929, tendo marcado dois golos na sua estreia. Em 1934, defendeu o Brasil no Campeonato do Mundo, do qual a equipa foi eliminada logo no início da competição. Leónidas marcou o único golo do país na competição. No Campeonato seguinte, em 1938, Leónidas foi o marcador do campeonato com oito golos, incluindo três marcados contra a Polónia. O Brasil acabou por ficar em terceiro lugar, a sua melhor participação até ao momento.

Depois, Leónidas foi escolhido como o melhor jogador do mundial. Por causa da Segunda Guerra Mundial, as edições de 1942 e de 1946 foram canceladas, o que impediu que vários jogadores do talento de Leónidas pudessem consagrar-se mundialmente. Leónidas reformou-se em 1951, mas continuou ligado ao futebol como dirigente no São Paulo. Também foi comentador desportivo, mas a sua carreira teve de ser interrompida em 1974 por causa da doença de Alzheimer. Leónidas conviveu durante 30 anos com a doença, até à sua morte, no dia 24 de janeiro de 2004, em Cotia (SP).

Contenido relacionado