O dia em que Fidel Castro foi alvo de uma partida telefónica

18 de Junho de 2003

O dia 18 de junho de 2003 entrou para a história por causa de um inusitado facto, envolvendo uma das mais famosas personalidades políticas dos últimos tempos: o então Presidente cubano Fidel Castro. Tal como John Lennon e Bill Clinton, o líder político cubano também foi vítima da ação de humoristas especializados em pregar partidas ao telefone a figuras conhecidas mundialmente. Neste dia, Joe Ferrero e Enrique Santos, da estação de rádio WXDJ-FM El Zol, de Miami, conseguiram falar ao telefone com o Presidente cubano. A conversa, apesar de curta, tornou-se uma lenda entre os humoristas e, pelo menos momentaneamente, levou a dupla à fama mundial. Por ter transmitido a chamada telefónica e ter usado palavras pouco apropriadas, a Rádio Zol foi multada em 4 mil dólares, embora não seja um preço assim tão alto a pagar por uma conversa informal com um dos últimos ditadores comunistas do mundo.

Contenido relacionado