Assassinos Lendários: Os Guarda-Costas do Papa

1527. A Reforma está a transformar a Europa num barril de pólvora, com os Protestantes a jurarem vingança contra os excessos papais. O rei de Espanha, Carlos V, alarga o seu território ao norte de Itália. Quando o comandante é morto, o Exército espanhol amotina-se. Sob influência protestante, planeiam assassinar o Papa Clemente VII. A 6 de maio de 1527, o Exército descontrolado invade Roma. O Papa julga que os aliados franceses e italianos virão em seu auxílio, e recusa-se a partir. A Guarda Suíça combate com bravura, sacrificando-se para ganhar tempo para o pontífice fugir. Por fim, os sobreviventes levam o Papa à força, evadindo-se pelo Vaticano até uma passagem secreta. . A maior parte dos elementos da Guarda Suíça morre, mas o Papa consegue escapar com vida.

Ver mais informação do programa