Mundos perdidos: As Fábricas Secretas da Bomba Atómica

Em 1939, um grupo de cientistas, entre os quais Albert Einstein, avisaram o Presidente Franklin D. Roosevelt da possibilidade que a Alemanha de Hitler poderia estar a ponto de fabricar a bomba atómica. O presidente deu a ordem que, custasse o que custasse, os Estados Unidos tinham de ser os primeiros a desenvolvê-la. Em menos de três anos, criaram todo um mundo oculto de cidades secretas e instalações nucleares secretas, construídas no interior dos Estados Unidos. Quatrocentas mil pessoas fizeram parte deste projecto, embora apenas um punhado delas estivesse realmente a par da verdade. Seis décadas mais tarde, uma equipa de especialistas volta a um daqueles lugares secretos, onde se decidiu o curso da história, para nos revelar em que consistiu o Projecto Manhattan.