O Império Romano: O Bosque da Morte

Ao estender-se o Império Romano e chegar ao que hoje em dia é a Alemanha, as suas legiões enfrentam as ferozes tribos germânicas. No ano 9 d.C., o seu chefe, Arménio, que tinha sido criado em Roma como um refém de paz, utiliza o seu treino militar para destruir o exército do general Varo no bosque de Teutoburgo. Esta batalha decisiva marca o rio Reno como a fronteira entre o Império e os seus inimigos bárbaros cada vez mais numerosos. Seis anos mais tarde, quando o general germânico começa uma vingança atravessando o Reno, encontra montes de ossos e vários crânios cravados nas árvores, como recordação da vitória dos Bárbaros. Por outro lado, na batalha do rio Weser, Germânico vence Arménio, captura a sua mulher que está grávida, e fá-la desfilar pelas ruas de Roma, como símbolo do seu triunfo.

Ver mais informação do programa