Roma e o Vício

A cúspide do Império Romano foi testemunha de um poder e uma civilização incomparáveis mas, ao mesmo tempo, de corrupção, crueldade e depravação a uma escala sem igual. Os imperadores, desde Augusto a Tibério e Nero, construíram o maior império que o mundo tenha conhecido, enquanto governavam sobre um estilo de vida infestado de violência e excessos. A procura de melhores alimentos, vilas maiores, banhos mais luxuosos e divertimentos mais emocionantes foi o que provocou o avanço da civilização romana. Os Romanos tinham duas obsessões: o sexo e a morte. Hoje em dia, os excessos sexuais equiparam-se com a decadência moral. Contudo, a moral sexual na época romana era simplesmente uma demonstração, na prática, do domínio e do poder que ostentava Roma.